Aracati

COSTA DO SOL NASCENTE

ARACATI
Distância aproximada de Fortaleza: 152 km
População: 56.978 habitantes
Acesso através da CE-040 | BR-116 | BR-304
Ônibus intermunicipais a partir de Fortaleza
ligue 186 ou (85) 3256.2100
Praias da região:
Majorlândia, Canoa Quebrada, Cumbe,
Quixaba, Lagoa do Mato e Retiro.

Tombada pelo Patrimônio Histórico está situada na margem direita do Rio Jaguaribe e próximo a sua foz. Casarios coloniais revestidos com azulejos portugueses e Igrejas Barrocas formam um belo conjunto arquitetônico. Merecem destaques a Casa de Câmara e Cadeia,
a Igreja de N.S. do Rosário e o Instituto Museu Jaguaribano.

O carnaval descontraído de Aracati atrai milhares de turistas do Brasil e do Exterior. Em seu litoral está a internacionalmente conhecida Praia de Canoa Quebrada.

HOSPEDAGEM NA REGIÃO

Brisa Rio Hotel
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-1881 | 3421-3180

Pousada Litorânea
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-1001

Pousada Nosso Sonho
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-1234

Pousada Bons Ventos
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-4510

Falésia Praia Hotel
Canoa Quebrada
Fone: (88) 3421-7043

Pousada Fortaleza
Canoa Quebrada
Fone: (88) 3421-7019

Pousada Tropicália
Canoa Quebrada
Fone: (88) 3421-7017

ALIMENTAÇÃO

Restaurante O Iran
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-1208

Ponto do Churrasco
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-4116

Restaurante Nova Esperança
Cidade de Aracati
Fone: (88) 3421-4394

EMERGÊNCIA HOSPITALAR

Hospital Santa Luiza de Marillac
Fone: (88) 3421-1007 / 3421-1684

Hospital Municipal de Aracati
Fone: (88) 3421-3005


Pesquisa e Textos: Claudia Queirós

PREFEITURA MUNICIPAL DE ARACATÍ
Santos Dumont, 1146
Fone: (88)  3421-1006 / 3421-1143

Secretaria do Turismo e Meio Ambiente de Aracatí
Fone: (88)  3421-1006

SETUR – Órgão Oficial de Turismo do Governo do Estado
Secretaria Estadual de Turismo-SETUR
setur-ce@turismo.setur-ce.gov.br
Fone:  (85)  3488-3900 – Fax:  (85)  3488-3853
Centro Administrativo Virgílio Távora
Edifício SEPLAN – Térreo – Cep 60.839-900
Fortaleza – Ceará – Brasil

Barbalha

SERTÃO

BARBALHA
População: 43.296 habitantes
Distância aproximada de Fortaleza: 539 km
Acesso: BR-116 | BR-122 | CE-386 | CE-292
Ônibus intermunicipais a partir de Fortaleza
ligue 186 ou  (85) 3256-2100

Única estância hidromineral do Ceará, o Balneário de Caldas, em Barbalha, possui hotel e piscinas.
A cidade oferece muitas outras atrações.
Para os que gostam de aventuras a Caverna do Farias, a 9 km da sede do município, é um intricado labirinto com 500 metros de profundidade.
Nas proximidades aproveite o banho nas inúmeras cachoeiras e bicas da serra.

Cidade religiosa, Barbalha tem na Festa de Santo Antonio no dia 13 de Junho o seu maior momento com a Festa do Pau da Bandeira.
Esta festa começa quando um tronco de árvore de grandes dimensões é trazido da floresta e fincado no centro da praça principal, numa cerimônia de fé ao mesmo tempo exótica e mística.
A Casa de Câmara e Cadeia e diversos outros casarões atestam o passado histórico da cidade.

N
a região a Chapada do Araripe, encravada  no sul do estado, é um convite a aventura e ao eco turismo.
Área de Proteção Ambiental, a Floresta Nacional do Araripe é uma importante área do que restou da Mata Atlântica e oferece um clima ameno, além de inúmeras fontes e cachoeiras.
É considerado um dos mais importantes Sítios Paleontológicos do mundo, atraindo estudiosos de todas as partes do mundo, interessados em História Natural.

Visite na região, em Santana do Cariri, o Museu de Paleontologia com mpressionante
coleção de fósseis de animais e plantas.
Santana do Cariri é rica em artesanato de rendas, bordados e crochê.

HOSPEDAGEM
Hotel Cariri
Fone: (88) 3532-0031
Hotel Bom Jesus
Fone: (88) 3532-9133
Hotel das Fontes
Fone: (88) 3532-9066

ALIMENTAÇÃO
Lanchonete Gostosura do Paladar
Fone: (88) 3532-0826
Pizzaria San Pietro
Fone: (88) 3532-1092
Churrascaria Beira Brejo
Fone: (88) 3532-0228
Restaurante Padre Cícero
Fone: (88) 3532-0230

EMERGÊNCIA HOSPITALAR
Hospital e Maternidade São Vicente de Paula
Fone: (88) 3532-1020 | 3532-1024
Hospital e Maternidade Santo Antonio
Fone: (88) 3532-1122 | 3532-1126

Pesquisa e Textos: Cláudia Queiroz


PREFEITURA MUNICIPAL DE BARBALHA
Rua Princesa Izabel, 187 – Centro
Fone: (88)  3532-1188 | 3532-0614

SETUR – Órgão Oficial de Turismo do Governo do Estado
Secretaria Estadual de Turismo-SETUR
setur-ce@turismo.setur-ce.gov.br
Fone: (85) 3488-3900 – Fax: (85) 3488-3853
Centro Administrativo Virgílio Távora
Edifício SEPLAN – Térreo – Cep 60839-900
Fortaleza – Ceará – Brasil

Tristão Gonçalves

Tristão Gonçalves de Alencar Araripe

Principal líder da Confederação do Equador no Ceará.
Nasceu no distrito de Salamanca, município do Crato, ce, em 1790.
Participou em 1917 da Revolução do Crato, juntamente com sua mãe, Bárbara de Alencar e seu irmão José Martiniano de Alencar-Senador Alencar (pai do romancista José de Alencar).

Morreu em combate, em 31 de outubro de 1825, no sítio Santa Rosa, que depois viria a ser a Cidade de Jaguaribara*.

Venceslau Alves de Almeida, que era um dos capangas de José Leão, apresentou-se como o matador de Tristão Gonçalves.

Após sua morte, seu corpo foi deixado no local.
A mão direita foi cortada, o corpo foi amarrado a um pé de jurema (árvore típica da caatinga) e o povo foi incitado a apedreja-lo.
Totalmente mutilado foi sepultado, contrariando ordens superiores, na Capela de Santa Rosa, na calada da noite por um soldado, na igrejinha do povoado.

Em 31 de outubro de 1924 foi inaugurada uma lápide comemorativa no local de sua morte, pelo Instituto Histórico e Geográfico do Ceará.

É nome de rua na capital cearense.

*Atualmente a cidade foi inundada pelas águas do açude Castanhão, e uma nova cidade foi erguida em outro local com o nome de Nova Jaguaribara.


Pesquisa e Texto: Madalena Figueiredo

Para saber mais sobre as datas veja
Para saber mais sobre os locais veja

Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção

Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção
Quartel General da 10ª Região Militar
Avenida Alberto Nepomuceno s/n – Centro
Fone: (85) 3255-1600
Horários: Segunda a Domingo das 08:00 as 11:00 h e das 14:00 as 17:00 h.

“Ao tomar posse, (1654) em nome das autoridades portuguesas, do forte Schoonenborch, começado a construir pelos holandeses em 10 de Abril de 1649, o primeiro ato que praticou Álvaro de Azevedo Barreto foi mudar esse nome flamengo para o de Fortaleza de Nossa Senhora da Assunção.
E, de logo, levantou-se no centro da fortificação e sob a égide da Mãe de Deus uma capela ou ermida para as orações dos soldados da guarnição.
Com o tempo, e porque fosse extensa a denominação, passou então o forte a chamar-se Fortaleza da Assunção e, também, Fortaleza do Ceará.
E por fim, somente Fortaleza ou, às vezes, Ceará.”

“Raimundo Girão in Fortaleza e a Crônica Histórica – Edição UFC – 1989.”


Para alguns historiadores a fortaleza foi construída por Matias Beck para resistir a invasão holandesa em 1649 recebendo posteriormente o nome de Forte de Schoonenborch.
Outros historiadores sustentam a versão de que o Forte foi construído pelos holandeses sendo um projeto de Ricardo Caar.
Originalmente o local aonde foi erguido o forte chamava-se Colina Marajaítiba às margens do Riacho Marajaig.

Além do Forte, foram construídos armazéns e alojamentos.
Em 1654 os Holandeses foram expulsos do Brasil, e os Portugueses ocuparam o local sob o comando do Capitão-Mor Álvaro de Azevedo Barreto.
Nos primeiros anos a Fortaleza funcionou como Quartel, sede do Governo e moradia dos Capitães-mores.

D
urante o governo de Manuel Inácio de Sampaio em 1812, foi iniciada a nova construção da Fortaleza,agora em alvenaria de pedra e tijolo com o projeto de autoria do Tenente Coronel Engenheiro Antonio José da Silva Paulet.
A fachada principal é de autoria de e foi concluída em 1860.
Uma capela para abrigar a imagem de Nossa Senhora da Assunção foi originalmente construída no interior do quartel em meados do século XVIII, porém sua construção não foi concluída.
A imagem da Santa veio de Portugal em 1857.
Esta imagem foi doada ao quartel pela Arquidiocese de Fortaleza.
Em 1951 o quartel voltou ao culto da Santa e passou a abrigar a imagem de N.S. da Assunção em uma capela situada na fachada oeste da Fortaleza que dá vista para a Praça dos Mártires.

Esta praça recebeu esta denominação devido ao fato histórico de ter sido o cenário das execuções de alguns membros da Confederação do Equador, entre eles o Padre Mororó.
Além de Praça dos Mártires, já foi chamada de Campo da Pólvora, Largo do Paiol e mais recentemente ficou conhecida como Passeio Público.

Segundo a lenda, quem passa à noite nas imediações da Fortaleza escuta os lamentos de Bárbara de Alencar.
Bárbara de Alencar era avó do escritor José de Alencar e teria sido prisioneira nesta fortaleza, devido a sua participação em movimentos contestatório ao regime que culminaram com a chamada Confederação do Equador.
Historiadores mais comprometidos com a veracidade dos fatos afirmam que Bárbara de Alencar nunca foi prisioneira nos calabouços existentes nos subterrâneos do quartel.
Apenas era levada ao local somente para prestar depoimento sendo em seguida levada de volta para a prisão que ficava em outro local da cidade.

A Fortaleza foi restaurada em fins do século XIX.
Batizada com o nome de Fortaleza de N.S. da Assunção em louvor a padroeira da cidade.
Atualmente no local funciona o Quartel General da Décima Região Militar no Ceará.

Nas imediações estão:
Catedral Metropolitana, Mercado Central, Santa Casa de Misericórdia, Passeio Público,
Estação João Felipe e Antiga Cadeia Pública, hoje transformada em centro de turismo.


Mais detalhes podem ser encontrados no livro Caminhando Por Fortaleza de autoria do escritor cearense Francisco Benedito de Sousa.
O Livro pode ser adquirido na Livraria do Centro Cultural Dragão do Mar, nas Bancas de Revistas na Praça do Ferreira ou diretamente do autor através do telefone: (85) 3493-2518.

Para saber mais sobre as datas veja
Para saber mais sobre os locais veja
Para saber mais sobre pessoas veja

SETUR – Órgão Oficial de Turismo do Governo do Estado
setur-ce@turismo.setur-ce.gov.br

Fone: (85) 3488-3900 – Fax: (85) 3488-3853
Centro Administrativo Virgílio Távora Edifício SEPLAN – Térreo
Cep 60839-900 Fortaleza – Ceará – Brasil

Disque Turismo: 0800 99 15 16

FUNCET – Órgão Oficial de Turismo de Fortaleza
smdt@ivia.com.br

Fone: (85) 3231-1814 Fax: (85) 3252-4595
Rua Pereira Filgueiras 04 – Cep 60160-150 Fortaleza – Ceará – Brasil

Palácio Senador Alencar

Palácio Senador Alencar
Antiga Assembléia Provincial – Museu do Ceará

Rua São Paulo, 51 Centro | Fone: (85) 3251-1502
Horários: Não funciona às Segundas-Feiras
Sábados e Feriados: 08:30 às 12:30 h
Domingos: 14:00 às 17:00 h
Visitas Gratuitas: Terças-Feiras das 08:30 às 17:00 h
Acesso Gratuito:
Estudantes de 1º e 2º grau do ensino fundamental e médio de escola pública,
com professores e acompanhantes.
Idosos com mais de 65 anos.
Guias turísticos possuidores de carteira profissional.
Imprensa.
Preços dos Ingressos:
Inteira-R$ 2,00 | Meia-R$ 1,00

Em 12 de Agosto de 1834 a Lei de Número 12, extingue os Grandes Conselhos Provinciais e cria as Assembléias Legislativas.
Em 1855, o Presidente da Província à época, Joaquim Vilela de Castro tomou a iniciativa de mandar construir uma edifício para servir de sede para a Assembléia Provincial.

Foram seus construtores os Engenheiros José Antonio Seifert (1856 a 1865) e o Engenheiro Adolfo Herbster (1856 a 1871), que foi o autor do projeto.

A construção iniciada em 25 de Outubro de 1856 e concluída em 3 de Março de 1871.

Hoje no local funciona o Museu do Ceará.
O museu possui um grande acervo histórico e antropológico.
No acervo encontra-se inclusive a tela “Fortaleza Liberta” de José Irineu de Souza, uma das importantes obras da pintura cearense do século XIX.

Além da Assembléia Legislativa, no mesmo local já funcionaram os Correios, o Quartel General do 2º Distrito Militar, a Faculdade de Direito, o Tribunal Regional Eleitoral e o Instituto do Ceará.

Tombado pelo Patrimônio Histórico é referência nacional do estilo neo-clássico.
No local hoje funciona o Museu do Ceará.

Mais detalhes podem ser encontrados no livro Caminhando Por Fortaleza de autoria do escritor cearense Francisco Benedito de Sousa.
O Livro pode ser adquirido na Livraria do Centro Cultural Dragão do Mar, nas Bancas de Revistas na Praça do Ferreira ou diretamente do autor através do telefone: (85) 3493-2518.


SETUR – Órgão Oficial de Turismo do Governo do Estado
FUNCET – Órgão Oficial de Turismo de Fortaleza